Os vivos do CЙU

 

A morte й uma mudanзa de estilo de vida

LUIZ CARLOS FORMIGA

O que й a morte? A resposta depende da vertente da ciкncia em que se insere o pesquisador. Faзa-o responder primeiro a pergunta: O que somos? Se ele responder que somos impulsos eletroquнmicos num biocomputador que se originou por acaso, num universo de partнculas matйrias mortas e que se movimentam aleatoriamente, certamente a morte й o nada. Embora isto seja apenas uma questгo de fй, uma vez que a ciкncia ainda nгo o demonstrou. Aliбs a ciкncia enquanto estiver voltada para fora e para a observaзгo do exterior nada pode dizer a respeito do significado e do propуsito da vida. “Й chocante, mas verdadeiro que hoje conhecemos melhor o бtomo, que a mente que conhece o бtomo”.
A vertente espiritualista da ciкncia possui outra leitura da morte. Ela vк a morte como a interrupзгo do fenфmeno da reencarnaзгo. Logo que ocorre o desenlace pela morte do corpo fнsico o espнrito, se for um ser lъcido, ele recupera a plenitude das suas faculdades. Com a morte perdemos o corpo e continuamos na vida alйm da sepultura. Poderнamos dizer que a morte й uma mudanзa de estilo de vida. As evidкncias cientнficas estгo sempre apontando neste sentido.
A primeira conferкncia internacional sobre a investigaзгo paranormal, realizada na universidade do Colorado (USA), entre 7 e 10 de julho de 1988, apуs rigoroso exame, publicou em sua ata um manifesto em favor do reconhecimento cientнfico da hipуtese da reencarnaзгo. Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *